REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR DO PTP-MADEIRA

COELHO E DEPUTADOS DO PTP AGREDIDOS E EXPULSOS DO PLENÁRIO

JAIME RAMOS E RESTANTES DEPUTADOS MAMÕES DO REGIME NÃO QUEREM OUVIR AS VERDADES NA CARA…

O Presidente do Assembleia  Regional da Madeira, Miguel Mendonça, também conhecido como a “Rainha de Inglaterra”, mandou calar o Deputado José Manuel Coelho quando este fazia uma intervenção no pleno gozo dos seus direitos e acabou por  expulsar os Deputados do Grupo Parlamentar do PTP, recorrendo à intervenção violenta de três funcionários.

O deputado José Manuel Coelho, no uso da palavra, estava a denunciar as ilegalidades cometidas por membros do PSD que estavam presentes naquela Assembleia. Miguel Mendonça, não querendo que Coelho falasse do assunto, retirou-lhe a palavra.

O Deputado José Luís Rocha protestou contra este acto, considerando uma clara violação do estatuto de deputado e uma afronta à democracia e à própria  Assembleia. O presidente do Parlamento Regional, não querendo lhes dar  mais  tempo de intervenção, manda expulsar Coelho e os deputados do PTP.

Coelho diz que: “A VOZ DO POVO NÃO SE CALA!”

A Deputada Raquel Coelho exclamou: ” Acabam de expulsar 10.000 pessoas do Parlamento”

NOTICIA DE ÚLTIMA HORA: BLACKOUT!

Os serviços da Assembleia cortaram a energia eléctrica no momento em que decorria a agressão e expulsão dos deputados do PTP!

ATENÇÃO – Novo Video Actualizado

 FOTOS DO DIARIO CIDADE

 
 
 
 
 
Anúncios

Comentários a: "A VOZ DO POVO AGREDIDA NA ASSEMBLEIA DA MADEIRA" (1)

  1. Fernando de Sousa said:

    Vergonha, é a única palavra que me ocorre.
    Um deputado, concorde-se ou não, no uso da palavra, em parlamento eleito democraticamente, é impedido de falar. E sem usar termos ofensivos e injuriosos.. Só porque chama os “bois” pelos seus nomes, apontado caciques e corruptos. É a “democracia” do Bokassa madeirense mais todos os seus apaniguados. Cenas dignas de um parlamento de países como a Birmânia ou a Coreia do Norte. O Presidente da Assembleia Regional da Madeira actua como um fascista do Estado Novo, onde não era permitido a livre expressão. Assim, a Assembleia Regional da Madeira perde todo o seu legítimo poder, pois o silêncio das outras bancadas demonstra bem a cumplicidade com esta actuação anti-democrática do seu seu presidente(?), boneco fantoche, qual marioneta nas mãos de caciques..
    Mas como a verdade vem sempre ao de cima, chegará o dia do seu julgamento e, aí, veremos o que tem para dizer o Sr. Presidente da Assembleia Regional da Madeira. Em qualquer outro país civilizado seria imediatamente demitido das suas funções, por contrariar o regimento de uma Assemblei democrática.
    Sr. Coelho, nas próximas eleições conte comigo, penso que o poderei ajudar bastante para correr com esta corja de facínoras e corruptos e, assim, fazer chegar a verdade ao povo madeirense.
    Bem haja.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: