REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR DO PTP-MADEIRA

AS AVESSAS!

Quem Denuncia e Luta Contra a Corrupção é Condenado pela Justiça

Os Criminosos e os Grandes Corruptos ficam à Solta para Continuarem os Seus Negócios e Ainda Corromperem a Justiça e a Voltarem Contra os Cidadãos Honestos e Corajosos

José Manuel Coelho do Partido Trabalhista insurge-se contra a Justiça Indigna e Corrupta existente em Portugal e na Madeira.

Coelho na Freguesia de Gaula, em Santa Cruz, recentemente fustigada pelos Incendios da Madeira, falava aos Jornalistas para demonstrar o funcionamento iníquo e persecutório dos Juízes e das Juízas corruptos e fascistas que estão feitos com o Regime Ditatorial de Jardim. A conferencia de imprensa decorreu nas portas da residência do Vereador da Câmara Municipal de Santa Cruz, Filipe Sousa, pelo Movimento Juntos pelo Povo que viu a sua própria casa e todos os seus bens “arrestados” e congelados por terem defendido o interesse colectivo da Autarquia e do Povo de Santa Cruz enfrentando os apetites imobiliários do grande tubarão do Regime e dirigente do PSD e Fundação Social Democrata, João Machado, Ex-Adjunto de Jardim e mais conhecido por “Machadinho”.
Os dois tubarões imobiliários da fundação laranja, Machadinho e o seu sócio Nóbrega da Camacha, ao verem que as suas negociatas da Quinta Escuna com a Câmara Municipal de Santa Cruz foram inviabilizadas pelos Vereadores da Oposição que votaram contra o projecto dos patos-bravos e em favor dos interesses do Concelho, moveram uma acção de providencia cautelar e os Juízes ainda decidiram arrestar os bens dos Vereadores como medida cautelar complementar, argumentando que este congelamento de todos os bens dos Vereadores que não são nem nunca foram acusados de nenhum crime, se destinava a impedir que estes fossem dispersados pelos visados pelos especuladores imobiliários do PSD. Os Vereadores da Oposição Democrática que se opõe ao Regime de Ditatorial de Jardim foram tratados pela justiça como perigosos criminosos, pagando assim bem caro por apenas defenderem o interesse público e colectivo do Povo de Santa Cruz contra os esquemas de corrupção imobiliária que enriquece os membros da Fundação Social Democrata da Madeira.
Os Vereadores do Movimento Juintos pelo Povo e do PS são tratados como criminosos pela Justiça enquanto o verdadeiros corruptos não são investigados e andam a solta para ainda perseguirem o cidadãos honestos e cumpridores que os enfrentam publicamente.
Na Madeira e em Portugal, os cidadãos que enfrentam os corruptos e denunciam a verdade, pagam o pesado preço de passarem a ser eles próprios perseguidos pelos corruptos com a ajuda da Justiça que deveria investigar e punir os verdadeiros criminosos. Por isso, José Manuel Coelho concluiu que não vai dar tréguas neste combate contra a JUSTIÇA CORRUPTA EM PORTUGAL E EM ESPECIAL NA MADEIRA e que não vai descansar até que a Justiça seja saneada e o 25 de Abril chegue finalmente aos Tribunais Portugueses.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: