REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR DO PTP-MADEIRA

 O debate de uma proposta de lei do PCP, para aumento do salário mínimo nacional, que deverá ser aprovada na ALM, permitiu a José Manuel Coelho denunciar uma situação que considera um entrave “à luta dos trabalhadores”.

“Quando um trabalhador está numa empresa e deixa de receber salário, tem o direito de, passados três meses, ir à Inspecção do Trabalho e pedir a rescisão para poder receber o subsídio de desemprego. Mas dizem-lhe que tem de ir ao Tribunal de Trabalho e, quando lá chega, dizem-lhe que tem de arranjar um advogado e pagara 612 euros. A luta do trabalhador acaba ali”, garante.

Antes, Raquel Coelho, líder da bancada do PTP, já tinha acusa o Governo da República de dizer que não há dinheiro para aumentar o salário mínimo, “mas tem 1.100 milhões para injectar no BANIF, um banco que, na Madeira, foi assaltado pelo PSD”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: