REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR DO PTP-MADEIRA

Posts tagged ‘Roubo’

COELHO DEFENDE PROPRIETÁRIOS ROUBADOS PELO REGIME LADRÃO DE JARDIM

José Manuel Coelho voltou ao Cabo Girão para, uma vez mais, defender Severino Aguiar. Um dos proprietários de terrenos que foram exproriados para as obras de requalificação do miradouro.

O dirigente do PTP acusa a justiça de estar feita com o regime jardinista, por os recursos do expropriado até ao presente, não terem resultado.

Coelho diz que o Governo quer pagar quatro mil euros por um terreno que vale 100 mil.

Fonte: DIARIO DE NOTICIAS DO FUNCHAL  http://www.dnoticias.pt/actualidade/politica/331127-coelho-em-defesa-de-expropriado-do-cabo-girao

Anúncios

“DOUTOR” JARDIM DIZ QUE NÃO FALA COM “PATAS RAPADAS”

Jardim abana o dedo, abana o dedo, ameaçador…

Jardim zurzindo o comprido e ameaçador dedinho indicador, insultou todos os presentes gritando: “Eu não falo com patas rapadas. Um doutor não fala com patas rapadas”.

Jardim insultou Coelho e logo de seguida insultou todos os presentes que o apupavam e vaiavam ruidosamente: “Eu nao fala com patas rapadas”.

Jardim não fala com os “patas rapadas” Bombeiros, Jardim não fala com os “patas rapadas” com ordenados em atraso, Jardim não fala… discursa extensos monólogos rodeado de policias à paisana.

Fazia muito calor, Albertinho estava assustado e teve uma alucinação, um flashback, pensou que estava com o Tio Cardoso e exclamou: “um doutor não fala com patas rapadas, eu sou um doutor”

Na sua demência terminal, sozinho, assustado e irritado, Jardim acabou por insultar todo o Povo Madeirense com este ataque de arrogância, próprio de de um verdadeiro ditador fascista.

Jardim, na sua senilidade pensava que estava no tempo de Salazar quando acompanhava o seu Tio Fascista Dr. Agostinho Cardoso para as reuniões da União Nacional no Ateneu. Alucinado e em choque, por momentos Alberto pensou ter de novo 18 anos e teve um fenómeno de regressão, julgando estar a ser insultado pelos colonos quando entrava com o Tio Cardoso para o carro preto do governador.

Alberto João Jardim encheu os bolsos dos senhores empresários do regime, amigos e toda uma outra estirpe de chulos do PPD/PSD. Jardim, Doutor, e esses senhores estão bem financeiramente, vivendo em mansões luxuosas e com muito dinheiro, roubado ao Povo, depositado numa conta bancária algures num paraíso fiscal guardado para a posterioridade, enquanto que os “patas rapadas”, gente a quem não dirige a palavra,  não têm dinheiro para pagar as contas, a casa, nem para alimentar os seus filhos!
O ditador não respeita o Povo Madeirense! Mostrou a sua verdadeira faceta ao agredir  verbalmente o Povo e ao revelar o seu complexo de classe.

CORRUPÇÃO NA ASSOCIAÇÃO DE DESPORTOS DA MADEIRA

PRESIDENTE PAGA LUXOS E SERVIÇOS COM CHEQUES DA ADM

Com o chegar da crise, começa a faltar o dinheiro para cobrir os esquemas montados de desvios de dinheiro e favorecimento dos dirigentes corruptos.

O caso da Associação de Desportos da Madeira implica o seu presidente, o Sr. Alfred Heinz Wittwer. De acordo com informações que chegaram ao Grupo Parlamentar do PTP, este dirigente, apoderou-se e aplicou indevidamente dinheiro da ADM. A Associação acumulou 200 mil euros de dívidas e não pagou aos arbitros durante 5 anos, enquanto que o Sr. Alfred Heinz recebia em sua casa 2 televisores LCD’s pagos com cheques da ADM.

Os proveitos indevidos que este senhor colhia da ADM não se ficam por aqui. O Sr. Alfred é proprietário de uma agência de viagens, a VTM, que já em dificuldades financeiras, como tantas outras empresas do sector, socorre-se novamente dos cheques da ADM para pagar serviços prestados por outras empresas à VTM.

O “cardápio” de infracções continua. Foi concedido um empréstimo bancário à ADM no valor de 50 mil euros. No mesmo dia em que este valor ficou disponível, foi efectuada uma transferência bancária da totalidade do valor para a conta bancária pessoal do Sr. Alfred Heinz.

Tudo isto levou a que no passado dia 18 de Maio, os clubes associados reunissem na sede da ADM com um ponto único em discussão: Assuntos internos da ADM.

A conclusão deste encontro determinou, por unanimidade, que a ADM suspendesse toda a sua actividade e entregasse as chaves à Secretaria de Educação. Foi discutido ainda o problema dos funcionários desta Associação, tendo sido decidido passar um papel para o Fundo de Garantia Salarial e Fundo de Desemprego para que os mesmos pudessem ter salvaguardadas as suas indemnizações por lei devido à extinção dos seus postos de trabalho.

A falta do dinheiro fácil expôs os corruptos e ladrões que durante décadas viveram “à sombra” de um Governo, também corrupto e ladrão, que compactuou com estas situações.

Foto de Octávio Passos/ASPRESS

PSD FOGE DA VERDADE

A MAIORIA PSD NA ASSEMBLEIA QUANDO NÃO QUER OUVIR A VERDADE LEVANTA-SE E SAI

O líder do Grupo Parlamentar do PSD, o conhecido empresário próximo ao regime, Jaime Ramos, deu ordens aos deputados da sua bancada para se levantarem e saírem quando o deputado Carlos Pereira do PS ia falar. Para o Grupo Parlamentar do PTP, esta é mais uma atitude anti-democrática. Revela que o PSD não quer ouvir a oposição, não quer ouvir o Povo Madeirense, apenas quer fazer tudo à sua maneira. O desejo destes senhores é dar continuidade à política do compadrio, da corrupção e do roubo.

 

PSD E GOVERNO REJEITAM PLANO DE EMERGÊNCIA SOCIAL

PARA OS SENHORES RICOS E CORRUPTOS DO PSD NÃO HÁ POBREZA NA MADEIRA

Este Governo Regional, armado em “rainha rica”, nunca reconheceu a pobreza nesta terra. A Voz do Povo, PTP,  afirma que, Jardim sempre se referiu à Madeira como uma das regiões mais ricas da nossa Europa. É óbvio que se refere ao PIB Regional, inflacionado pelo offshore, com a ajuda dos senhores do PSD, CDS, PS, contando ainda com a ajuda da família Blandy.
Vivendo nas suas mansões idílicas, rodeados de luxos, esquecem-se da verdadeira realidade, a pobreza de milhares madeirenses que não têm emprego, não têm subsidio de desemprego e que  nada têm para comer.
As ajudas sociais que o Povo deveria receber foram retiradas, em nome dos sacrifícios e da austeridade para pagar uma dívida pela qual não foi responsável! O Povo tem de pagar esta dívida com o desemprego, com a fome, com a pobreza e extrema miséria, enquanto que, por outro lado, os senhores que roubaram o Povo e a Madeira, exibem os trunfos das pilhagens.
As políticas de austeridade, a perda dos direitos dos trabalhadores, o desemprego, a pobreza e a miséria levaram muitas pessoas ao desnorte, à aflição e, infelizmente ao suicídio.
Chegou o momento de por fim a esta triste realidade. Os trabalhadores e todo Povo Madeirense têm de sair à rua para for um ponto final neste capítulo negro da história da Madeira. É preciso apanhar e responsabilizar esta gente criminosa, salienta a Voz do Povo. Basta de humilhação. Basta de roubos!

DOCUMENTOS APREENDIDOS ENVIADOS PARA LISBOA EM AVIÃO MILITAR

INTERROGATÓRIOS E APREENSÃO DE DOCUMENTOS, O DIA-A-DIA DAS PROCURADORAS DO DCIAP NA MADEIRA

Durante toda a semana as procuradoras do DCIAP que lideram a investigação e todos os elementos envolvidos na operação “Cuba Livre”, não têm mãos a medir. No Comando Regional da GNR é um entra e sai de Secretários, empresários ligados à construção civil, directores regionais de tudo e mais alguma coisa, até a Direcção Regional de Finanças já foi submetida a interrogatório neste processo. Ninguém escapa às procuradoras!

Carlos Estudante, o ex-responsável pelos fundos estruturais na Madeira e actual Director Regional de Estatística, é um dos visados desta operação. Deu entrada na GNR  já depois das 11h00.  A omissão de dados estatísticos sobre a Madeira terá sido o mote para a convocação de Carlos Estudante nesta investigação.

A operação ‘Cuba Livre’ domina a actualidade informativa regional e nacional durante toda esta semana.

Temos informação de que os documentos recolhidos na extinta Secretaria do Equipamento Social foram enviados para Lisboa num avião militar.

A mega-operação continua na senda da corrupção.

COELHO DENUNCIA SECRETÁRIO “SONEGÓCIOS”

MADEIRA, “GALINHA DOS OVOS DE OURO” PARA SECRETÁRIOS DE JARDIM

No dia em que se comemora a Revolução do 25 de Abril de 1974, José Manuel Coelho esteve na Nova Cidade, Câmara de Lobos, para dar continuidade ao seu trabalho e denunciar os atentados aos valores e ideais da Revolução dos Cravos e da Autonomia Madeirense.
Para o Deputado da Voz do Povo, o 25 de Abril nunca chegou realmente à Madeira.  Na realidade, a Região tem estado sob o jugo do poder ditatorial e corrupto dos sucessivos Governo de Jardim. Ao longo de Três décadas de regime jardinista, a autonomia e a democracia transformaram-se em perspectivas de negócio e especulação para aqueles que gravitam à volta do regime de Jardim, prejudicando e empobrecendo o Povo da Madeira.
Para o deputado do PTP, a Madeira tem sido a “Galinha dos Ovos de Ouro”,  pois muitos têm feito fortuna com a corrupção, com o betão e com o alcatrão.
A Operação CUBA LIVRE, desencadeada pela procuradora Cândida Almeida do DCIAP, visa identificar e responsabilizar os governantes ou titulares de cargos públicos que têm roubado o Povo Madeirense ao longo destes últimos anos. Nas palavras de José Manuel Coelho, Santos Costa não é o único Secretário corrupto que a procuradora do DCIAP deve investigar.  São todos os Secretários que devem entrar neste processo de investigação. Mencionou o exemplo do Secretário, com a “pasta das finanças” Regionais, Ventura Garcês, que se dedicou à construção e promoção imobiliária na freguesia do Caniço, utilizando os meios públicos.
Denunciou ainda o Secretário Manuel António, como sendo o Secretário “Sonegócios” por ser sócio de várias empresas que tem designações iniciadas por “So…”, por exemplo a SOPEIXE  e a SOTRABALHO.
Para o representante da Voz do Povo, Manuel António, tem exercido as suas influências para realizar negócios. Deu o exemplo do edifício abandonado que estava destinado à habitação na Nova Cidade. O Secretário terá pressionado a Câmara Municipal de Câmara de Lobos a alterar o Plano Director Municipal para reconverter aquele espaço em Centro de Saúde e Lar de Idosos, numa tentativa de salvar a sua empresa falida SOTRABALHO. Esta é mais uma situação de aproveitamento indevido dos meios do Estado para enriquecimento
ilícito.
“Os milionários da Madeira Nova têm enriquecido à custa da miséria, da pobreza e do desemprego dos madeirenses” salientou Coelho. Nesta data comemorativa do 25 de Abril, o deputado da Voz do Povo, PTP, diz ser importante acontecer uma nova revolução para a libertação da Madeira desta gente corrupta. Para  Coelho é altura de dizer BASTA à pobreza, à miséria e à humilhação do Povo. BASTA de corrupção e de roubo!

%d bloggers like this: