REPRESENTAÇÃO PARLAMENTAR DO PTP-MADEIRA

Archive for the ‘Revolução’ Category

ARTIGO DE OPINIÃO DE RAQUEL COELHO NO TRIBUNA DA MADEIRA: “RESPONSABILIDADES”

ARtigo_raquel_responsabilidades

 

CLIQUE NA IMAGEM PARA AUMENTAR

“JE SUIS GARAJAU”

Capa BLOG_2

 

Interior-BLOG_2

 

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR

 

Image

MP ARQUIVA QUEIXA DE JARDIM CONTRA COELHO

img105

TRIBUNAIS QUEREM REEDUCAR COELHO À MANEIRA DO REGIME JARDINISTA

Os tribunais, feitos com o regime Jardinista, condenaram Coelho a frequentar o Instituto de Reinserção Social.

Os juízes fascistas querem que o deputado do PTP passe por um processo de reeducação para se vergar ao regime, mas isso será trabalho perdido. Coelho promete continuar a sua luta contra a corrupção e os juízes feitos com o regime.

Em circunstâncias normais, este serviço social, serve o propósito de avaliar se um delinquente condenado em tribunal (regra geral, delinquentes condenados por tráfico de droga, violência, comportamentos indevidos perante a sociedade, assassinos, entre outros) se encontra em estado psicossocial de amenização do seu comportamento indevido e pode ser reinserido na sociedade sem que este represente um perigo para a mesma. Neste sentido, os fãs da luta de Coelho estão confusos pela sua presença, obrigada, neste serviço uma vez que o deputado faz sim um serviço público à sociedade ao denunciar a nata da criminalidade de fato e gravata na região.

DSC01284

DSC01279

DSC01282

Fotos de José Manuel Coelho, Candidato às Europeias

Coelho smiling

Click no link abaixo para ver o álbum no Facebook

https://www.facebook.com/coelhopresidente/media_set?set=a.622515754483471.1073741864.100001751562285&type=1

QUEBRA COSTAS – RATARIA EM PÂNICO!

Pag 1 - versão PTPQC_02QC_08QC_07QC_06QC_05QC_04QC_03QC_02

PROCURADOR QUE PROTEGEU RESPONSÁVEIS PELA OCULTAÇÃO DE DÍVIDAS DO REGIME “FOGE” PARA LISBOA

Varela Martins

COELHO SOLIDÁRIO COM JUIZ QUE QUER CONDENAÇÃO DOS CORRUPTOS DO REGIME JARDINISTA

Varela Martins, Procurador-geral adjunto da secção regional do Tribunal de Contas da Madeira, pediu dispensa de funções na sequência do despacho do juiz conselheiro, João Aveiro Pereira, que o censurou publicamente por não julgar os elementos do Governo Jardinista responsáveis pela ocultação de dívidas no sectores da Saúde e do Desporto.

Este Procurador, conivente com o regime corrupto de Jardim e sem coragem para defender a revelação da verdade dos acontecimentos, pediu à  procuradora-geral da República que o libertasse das funções que vinha exercendo, porque não tinha “serenidade para continuar”, ou seja, tal como Miguel Relvas, faltou-lhe “força anímica” para continuar ao lado do regime.

Coelho mostrou-se solidário com o juiz conselheiro da secção regional do Tribunal de Contas, João Aveiro Pereira, pela sua coragem em expor e denunciar estes atropelos à justiça e quando afirmou ser  incompreensível e chocante a recusa do Ministério Público, “não porque não haja factos e provas em abundância, que tornam os indícios fortes, indeléveis e não escamoteáveis, mas porque optou por uma linha de raciocínio divergente da realidade plasmada na auditoria” referindo-se aos encargos da administração regional “varridos para debaixo do tapete”.

%d bloggers like this: